Se você já tentou a sério aprender outros idiomas ou se já pesquisou sobre as mais eficientes técnicas de estudo, com certeza já deve ter ouvido falar na técnica da repetição espaçada.

Essa é uma técnica de estudo muito famosa por um simples motivo: ela funciona. E funciona por que se alinha perfeitamente ao modo como nosso cérebro trabalha.

Por isso, se você tem dificuldade para lembrar de regras gramaticais, para ampliar seu vocabulário ou para qualquer outro tipo de atividade que exija que seu cérebro recupere informações, continue lendo este post. Nele nós veremos:

  • A importância da repetição espaçada
  • O conceito do Spaced Repetition System
  • Como aplicar o sistema de repetição espaçada para aprender melhor
  • As melhorias trazidas pelo sistema de repetição

Ao final do artigo, você ainda vai poder baixar gratuitamente uma lista comentada com as ferramentas e aplicativos que eu recomendo para você colocar a técnica em prática nos seus estudos.

Mas, primeiro, vamos ver por que essa técnica é tão importante, começando com um vídeo que gravei sobre o assunto.

A importância da repetição espaçada

Você já parou para pensar como o nosso cérebro obtém e esquece informações?

Seja para aprender idiomas ou na preparação para alguma prova, muita gente reclama que costuma esquecer as informações.

Apesar de isso parecer algo ruim quando estamos tentando estudar algo, a verdade é que esquecer é uma função tão natural para o cérebro quanto aprender.

O normal do cérebro humano é esquecer. Caso contrário, se lembrasse tudo, você simplesmente enlouqueceria com a quantidade de informações na sua cabeça.

Por isso, para que você mantenha sua saúde mental, é importante que o seu cérebro esqueça algumas informações.

A questão é: como o cérebro “decide” quais informações manter e quais esquecer?

Não existe uma resposta exata para essa pergunta, mas sim uma série de teorias com diversos fatores que impactam na retenção de informações.

Entre todos esses fatores, um é bastante óbvio: em regra, nós nos lembramos mais de eventos recentes do que de fatos que aconteceram há muito tempo.

Você só não esquece eventos muito antigos quando eles são tão marcantes que, de tempos em tempos, voltam à sua cabeça. Quando você fica revivendo, remoendo, repetindo na sua cabeça o que se passou.

É justamente aí que entra a técnica de repetição espaçada.

O conceito do Spaced Repetition System

Técnica da repetição espaçada

O Sistema de Repetição Espaçada, ou Spaced Repetition System, surgiu a partir da observação de como nós nos lembramos mais de eventos recentes do que daqueles ocorridos há muito tempo.

A técnica é relativamente simples. Você deve estudar um assunto uma vez e depois definir intervalos de tempo para revisar aquele mesmo assunto.

No início, esses intervalos são menores. E depois vão ficando mais espaçados.

Especula-se que o psicólogo alemão Hermann Ebbinghaus tenha sido um dos primeiros estudiosos a sistematizar essa técnica.

Estudando a memória humana, ele chegou à conclusão de que, para que você grave informações importantes, você precisa repeti-las.

O problema é que muita gente faz isso da maneira errada. Vamos ver como não cair nessa armadilha.

Como aplicar o sistema de repetição espaçada para aprender melhor

Repetição espaçada

Por causa da simplicidade da técnica de repetição espaçada, muita gente acredita que basta ficar repetindo uma informação para memorizá-la.

Esse é um jeito errado de usar o sistema. Não por que ele não funcione. Afinal, se você repetir muitas vezes uma informação, provavelmente vai sim gravá-la.

Esse é um jeito errado por ser um modo ineficiente, uma maneira que não valoriza o ativo mais precioso que um estudante tem: o tempo.

Para que o sistema tenha eficiência, você precisa utilizá-lo de maneira inteligente.

A regra para isso é a seguinte: se a repetição não é necessária, você só está desperdiçando seu tempo.

Por exemplo, digamos que um estudante de direito decida decorar todo o Código Civil. Ele começa a aplicar a repetição espaçada para decorar cada um dos artigos do Código.

Depois de algumas décadas, quem sabe, esse estudante vai decorar todo o Código. Só que aí o momento para o qual ele estudava já vai ter passado, a lei já vai estar desatualizada, o entendimento dos juízes já vai ter se modificado…

Não repita o que você já sabe

Sistema de repetição espaçada

Uma das maneiras de usar de modo eficiente a repetição espaçada é adotar o seguinte mantra: aquilo que você já domina bem não precisa ser repetido toda hora.

Pelo contrário, o mais importante aqui é você se concentrar em conceitos que não domina bem.

São essas ideias que você precisa repetir com frequência maior e intervalos menores.

Muita gente foge disso e continua repetindo o que já sabe pelo fato de isso ser mais cômodo, mais confortável para o cérebro.

Só que é justamente nos momentos de desconforto e esforço que o seu cérebro está aprendendo coisas novas. Pense nesse esforço como o caminho que está sendo construído para o conhecimento chegar ao seu cérebro.

Esse esforço significa que você está praticando a habilidade de recuperar informações. E quanto mais você treinar essa habilidade, melhor será em se lembrar do que estudou.

Aula Especial

Como descobrir seus valores

Descubra segredo nº 1 que pessoas comuns estão usando para assumir o controle do próprio futuro aprendendo a montar um plano de vida capaz de transformar os seus maiores sonhos em realidade, passo a passo e começando absolutamente do ZERO!

Quero receber a aula

Um sinal para isso, no aprendizado de idiomas, é quando alguém lhe pergunta sobre determinada palavra e você faz um tremendo esforço para se lembrar.

Esse momento, em que você está quase esquecendo o conceito, é uma boa hora para você revisar e repetir a lição.

Ou seja, quando o conhecimento está quase sendo esquecido, você revisa para não o esquecer por completo.

As melhorias trazidas pelo sistema de repetição

Flashcards

Muita gente reclama quando se dá conta de que o sistema de repetição espaçada exige esforço, disciplina e resiliência.

A verdade, no entanto, é que aprender exige esforço. Se você não está sentindo nenhuma dificuldade quando estuda, muito provavelmente você não está aprendendo nada de novo.

Você está apenas repetindo desafios fáceis. Provavelmente apenas revendo conceitos que você já domina.

Isso é parecido com um treino de musculação. Se você está na academia pegando apenas pesos leves, que não exigem grande esforço, provavelmente não terá grandes resultados.

Já se começa a cada treino a colocar um pouco mais de peso, exigindo um esforço sempre um pouco além da sua capacidade, logo logo irá conseguir desenvolver seus músculos da forma desejada.

No começo a técnica pode ser um pouquinho complicada. Além de estudar o conteúdo em si, você precisa perceber quando a informação está sendo esquecida, quando é o momento ideal de revisá-la.

Para ajudar a detectar esse momento ideal, existe uma série de aplicativos para celular e programas para computador focados no sistema de repetição espaçada.

Para você que leu o artigo até aqui, eu preparei uma lista comentada com as melhores ferramentas de estudo que você pode utilizar para aplicar a técnica com maestria.

Você pode baixar aqui a lista comentada de aplicativos para repetição espaçada. Bons estudos!

Seiiti Arata

Orientador nos cursos Arata Academy, que já impactaram dezenas de milhares de estudantes em cinco continentes. Profissional de desenvolvimento pessoal considerado escolha número um (top of mind) por líderes, empresários, estudantes e formadores de opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3.807 membros Ícone do Desafio jfb_p_buttontext

Não perca essa oportunidade:
Comece a mudar agora mesmo

Basta um clique no botão abaixo:

jfb_p_buttontext