“Try not. Do or do not. There is no try.” As famosas palavras do Mestre Yoda no filme Guerra nas Estrelas tornaram-se um exemplo de sabedoria para muita gente ao longo das décadas, desde que o longa foi lançado.

Mas o que realmente o Mestre Yoda quis dizer com isso? Não é óbvio que às vezes fazemos sim tentativas e não conseguimos obter os resultados desejados?

Para poder ilustrar a mensagem que o Yoda quis passar, vamos fazer um experimento prático. Peço que neste momento você tente levantar o seu mouse (ou uma caneta) de cima da superfície da mesa.

Não o levante, se não você estaria levantando-o e não tentando levantá-lo. Não o deixe em cima da mesa, se não você está deixando-o em cima da mesa em lugar de tentar levantá-lo. Apenas fique tentando, sem nem o deixar na mesa nem o levantar da mesa.

Não conseguiu, não é? There is no try.

Tentar é o mesmo que não fazer

Quando você convida alguém para um evento e essa pessoa diz “vou tentar aparecer”, quais são as chances de que ela realmente compareça? Poucas, não é mesmo?

As palavras que utilizamos possuem um significado muito forte em nossa mente e, por conseguinte, em nosso comportamento. Quando dizemos que vamos tentar fazer algo, estamos demonstrando insegurança, incerteza. Nessas situações, o resultado também é incerto, ocorre ao acaso.

As pessoas que conseguem os resultados que querem na vida demonstram um sentimento de certeza sobre o que vão fazer. Possuem um objetivo principal definido e correm atrás dele. Se for com uma estratégia, melhor ainda. Mas mesmo as pessoas que ainda não sabem como vão atingir aquele objetivo, já têm boa parte do caminho andado quando usam o poder de decisão para escolher o que querem.

Se você decidiu fazer alguma coisa, decida 100%. Ou vai fazer ou não vai. Ficar tentando é apenas um desperdício de energia que contribuiu para uma frustração grande. Além disso, pensando em custo de oportunidade, quando você está só tentando fazer algo sobre o qual não tem certeza, está deixando de realizar outras coisas que poderiam ser mais motivantes para você.

Mestre Yoda

Só é diferente na sua mente

Outra passagem muito interessante deste trecho do filme é quando o Mestre Yoda corta as reclamações do Luke Skywalker dizendo que mover uma pedra ou mover uma nave espacial só é diferente na mente dele.

Vale lembrar que George Lucas, o criador da série Star Wars, é budista e usou grande parte dos ensinamentos desse estilo de vida para montar a filosofia de Guerra nas Estrelas.

Qual a diferença entre montar um negócio que gere R$ 1.000,00 de lucro e outro que gere R$ 1.000.000,00? Os princípios são os mesmos, com uma diferença de escala.

Nas nossas cabeças, entretanto, temos a falsa crença de que criar o primeiro tipo de negócio é possível. Mas que criar o segundo tipo é muito distante da “nossa realidade”. A verdade é que a diferença só existe na nossa mente.

3 Comentários

  1. Obrigado!

    Responder
  2. Existe uma falha nesta teoria, vou citar um exemplo na minha área de trabalho, eu trabalho na área de TI, mais precisamente em manutenção de eletrônicos, então eu não posso me comprometer com o meu cliente e dizer “eu vou fazer” e sim que eu irei “tentar”. Por quê existem defeitos que são irreparáveis mas que somente terei conhecimento, quando colocar na bancada para fazer análise da situação do circuito! Pensando desta forma eu sempre falo para meus clientes que irei “tentar” resolver o problema (mesmo que eu me empenhe dando o máximo de mim), desta forma eu não me comprometo com uma palavra que teria que voltar atrás. Eu entendi o real significado e o propósito deste texto e tem muito haver com o que eu estudei ao longo dos anos nas artes marciais (Aikido), do comprometimento em fazer de se doar para fazer aquilo dar certo, (BUSHIDO). A propósito amigo o seu site é incrível! Me motivou muito em diversos aspectos em minha vida. Sou muito grato por todo o conhecimento que você transmite gratuitamente! Muito obrigado.

    Responder
    • Olá Rafael, acredito que você não esteja tentando, apenas está usando a palavra errada. Quando você diz que vai tentar, está dando uma resposta incerta para o seu cliente. O ideal seria dizer que irá verificar se o dano no equipamento pode ser reparado. Dessa maneira você não estaria tentando, e sim verificando o que é possível de se fazer com base na realidade.

      Espero ter ajudado, abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1.377 membros Ícone do Desafio jfb_p_buttontext

Não perca essa oportunidade:
Comece a mudar agora mesmo

Basta um clique no botão abaixo:

jfb_p_buttontext