Saber como tomar decisões difíceis é a habilidade que separa as pessoas que progridem na vida daquelas que ficam paralisadas diante das incertezas do futuro.

Quem tem um bom processo de tomada de decisão consegue com certa facilidade identificar o que realmente importa na vida. E assim não perde tempo, dinheiro ou energia com preocupações de menor importância.

O lado bom disso é que saber como tomar decisões é uma habilidade. E, como toda habilidade, pode ser aprendida com a prática e a orientação correta.

Se você não acredita, pergunte a qualquer pessoa que você considere boa na hora de decidir. Essa pessoa provavelmente vai lhe dizer que nem sempre foi assim, que antes de saber decidir bem teve que errar, aprender e praticar bastante.

Caso você também queira ter esse tipo de evolução, continue lendo este artigo para saber:

  • Por que saber como tomar decisões difíceis é essencial para identificar o que realmente é importante para sua vida
  • O que significa a palavra decisão
  • Como tomar decisões difíceis com um balde de pedra e areia
  • Como planejar seu futuro diante de tantas incertezas
  • O que aconteceria se você fosse um bom tomador de decisões?

Eu também gravei dois vídeos em sequência para falar mais sobre o assunto. Vamos ver logo o primeiro deles.

Por que saber como tomar decisões difíceis é essencial para identificar o que realmente é importante para sua vida

https://www.youtube.com/watch?v=x10faeOi0xg

O que é importante para a sua vida?

Costumo dizer que as boas perguntas são aquelas que fazem a gente parar e pensar. São perguntas que nos fazem sair da zona de conforto e exigem uma certa reflexão da nossa parte.

Essa é uma delas: o que é realmente importante para você, para a sua vida?

A questão causa desconforto.

Primeiro porque a maioria de nós vive em uma rotina tão corrida que acaba apresentando resistência quando vê uma pergunta desse tipo.

Segundo porque poucas pessoas sabem o que de fato é importante para as suas vidas.

Se você fizer essa pergunta por aí, possivelmente vai ouvir apenas respostas abstratas como:

  • O que importa é ser feliz
  • O importante é ter saúde
  • Quero ficar rico
  • O que eu quero é ter um grande amor

Embora sejam desejos legítimos e bonitos, essas respostas são abstratas demais para gerar resultados práticos na sua vida.

Em outras palavras, essas respostas não servem de nada na hora em que temos que saber como tomar decisões.

O que significa a palavra decisão

Como tomar decisões difíceis

A palavra “decisão” é de origem latina e vem de DECIDERE, “determinar, definir, decidir”. A palavra original é formada por DE-, que significa “fora”, e CAEDERE, que quer dizer “cortar”.

Decidir, portanto, significa cortar fora qualquer outra possibilidade.

Na hora de tomar uma decisão difícil, existe uma cisão, um rompimento com as demais alternativas.

Quem não sabe como tomar decisões difíceis acaba tentando fazer tudo ao mesmo tempo e, ao final, só consegue ter ansiedade e esgotamento.

Pior. Quem não consegue decidir acaba tendo que seguir o caminho determinado por outras pessoas. Pela publicidade, pelos empregadores, por familiares.

A princípio, isso pode parecer confortável. Se outras pessoas estão tomando decisões por você, é uma preocupação a menos, certo?

O problema é que viver a vida de forma reativa é o mesmo que colocar o seu futuro nas mãos de outras pessoas. E essas pessoas provavelmente não têm a sua vida como maior prioridade.

No longo prazo, agir dessa maneira vai levar você a uma frustração de não viver uma vida plena, de não viver sua existência de acordo com seus próprios padrões, critérios e escolhas.

Se você acredita que sua vida não está caminhando de acordo com as suas escolhas, chegou a hora de parar um pouco e analisar o que é realmente importante para você.

Vamos ver como fazer isso e descobrir como tomar decisões difíceis usando um balde de pedra e areia.

Como tomar decisões difíceis com um balde de pedra e areia

Como tomar decisões

Gosto de uma história sobre um professor de filosofia que utilizou um balde de pedra e areia para ensinar uma importante lição.

Conta a história que esse professor mostrou o balde vazio aos seus alunos e o encheu, primeiramente, com rochas grandes.

– O balde está cheio?

Os alunos responderam que sim.

Então o professor pegou um monte de pedregulhos menores e colocou dentro do balde. Os pedregulhos se alojaram nos espaços entre as rochas maiores. Novamente o professor perguntou:

– O balde está cheio?

Alguns alunos hesitaram em responder, mas a maioria disse que sim.

Então o professor pegou uma lata e começou a derramar areia no balde. A areia preencheu os espaços entre as rochas e os pedregulhos.

– O balde está cheio?, ele perguntou novamente.

Muitos alunos responderam que agora sim. O professor ainda colocou água no balde, só para demonstrar que ainda cabiam mais coisas no balde.

Ele então explicou o que a metáfora significava:

A menos que você, em primeiro lugar, coloque as pedras grandes dentro do balde, nunca mais conseguirá colocá-las lá dentro.

Alguns alunos tentaram desafiar o professor. Mas viram que era muito difícil fazer o caminho inverso.

O professor finalmente deu a lição final:

As pedras grandes são as coisas realmente importantes da sua vida. Quando você dá prioridade a isso, se mantém aberto para o novo e as coisas menores se ajustarão por si mesmas. Mas, se você preencher sua vida primeiro somente com as coisas pequenas, então aquelas que são realmente importantes nunca terão espaço em sua vida.

Aula Especial

Como descobrir seus valores

Descubra segredo nº 1 que pessoas comuns estão usando para assumir o controle do próprio futuro aprendendo a montar um plano de vida capaz de transformar os seus maiores sonhos em realidade, passo a passo e começando absolutamente do ZERO!

Quero receber a aula

Quais são as suas pedras grandes?

A metáfora do balde de pedra e areia é incrível para nos ensinar um método praticamente infalível para saber como tomar decisões difíceis.

O método é simplesmente priorizar o que realmente importa para a sua vida. É responder à pergunta que eu fiz no começo deste artigo.

Quem preenche a própria vida primeiro com areia, com coisas pequenas, não vai conseguir depois encaixar as pedras grandes, as coisas que realmente importam.

Vai faltar tempo, ânimo, paciência. Quem dá prioridade ao que não é importante não consegue realizar aquilo que realmente tem significado.

Por isso, cuide primeiro do que é importante de verdade para você. Depois separe tempo para os pedregulhos, que também são importantes, mas vêm em segundo lugar.

Todo o restante é areia. É futilidade que deve ficar em último lugar. Se couber, ótimo. Se não, o impacto na sua vida não será tão grande.

Apenas perceba que, de propósito, eu não disse o que significam as grandes pedras, os pedregulhos e a areia. Por que isso varia de pessoa para pessoa.

Eu posso valorizar uma coisa e você outra. Não há problema, desde que você realmente conheça os seus valores pessoais, desde que saiba o que mais valoriza na sua vida.

Caso você saiba quais são esses valores e acredita que sua vida não está de acordo com eles, recomece. Esvazie o seu balde e comece a preenchê-lo novamente, primeiro com as pedras grandes, depois com os pedregulhos.

Essa é uma forma fácil de lembrar a hierarquia dos seus valores pessoais. Mas ainda é uma noção muito básica, que precisa ser complementada.

Por isso eu gravei um segundo vídeo, analisando como planejar seu futuro diante de tantas incertezas.

Como planejar seu futuro diante de tantas incertezas

https://www.youtube.com/watch?v=7VAo_S-GfgI

De tempos em tempos, nós nos deparamos com situação em que precisamos decidir o que fazer para ter um futuro melhor.

É nesses momentos cruciais da vida que precisamos ter clareza sobre o que realmente é importante. Esse é o melhor caminho para saber com tomar decisões difíceis.

No vídeo acima, eu conto a história de uma mensagem que recebi de uma pessoa que tinha dúvida se deveria investir ou não em um curso de pós-graduação.

A essência desse e de tantos outros dilemas que enfrentamos é a seguinte: o que fazer hoje para garantir o meu amanhã?

O que eu posso fazer hoje que me dá a garantia de colher o melhor resultado possível amanhã?

Tomada de decisão

Se você fizer uma busca sobre como tomar decisões difíceis na internet, vai encontrar uma série de guias, de passo-a-passo, de listas que buscam auxiliar você na tomada de decisão.

Todos esses materiais buscam, de alguma forma, ajudar você a prever como uma decisão atual vai afetar o seu futuro. O problema é que isso gera muita ansiedade, pois ninguém sabe de fato como o futuro será.

Se você quiser uma explicação mais profunda sobre isso, sugiro a leitura do livro A Lógica do Cisne Negro, de Nassin Nicholas Taleb, que mostra detalhadamente como mesmo as mentes mais especializadas do mundo são incapazes de dizer como o futuro será.

Diante de tantas incertezas, o primeiro passo para você planejar seu futuro é abrir mão da ideia de que é possível prever tudo com exatidão.

Quando era adolescente, eu possuía uma visão de futuro muito clara para o que eu queria ser. Com o passar do tempo, fui vendo que meu plano ia mudando de acordo com minha maturidade, com meu contexto de vida, com as pessoas com quem convivia.

Por isso, quando você cria um plano de vida, deve ter a consciência de que não deve se apegar demais ao que foi escrito.

O plano é ótimo para guiar você na direção correta, mas você jamais deve confundir o mapa com o território, o planejamento com a realidade.

Essa é a razão pela qual eu gosto sempre de iniciar qualquer planejamento de vida com os princípios, com os mais altos valores pessoais de quem está fazendo o plano.

O ideal é descobrir os seus valores mais importantes e entender como eles se relacionam e como mudam com o tempo.

Planeje o futuro e se esqueça dele

Planejar o futuro

Nesse ponto, eu gostaria de propor uma mudança na sua forma de pensar. Em vez de focar no seu futuro, procure estar atento apenas ao momento presente.

Quando tiver que tomar decisões importantes, pergunte-se: o que é que você julga ser a decisão correta hoje?

É natural sentir desconforto ao tentar responder essa pergunta. Você só conseguirá ter uma decisão segura se tiver clareza sobre o que você realmente mais valoriza na vida.

Se você está desconfortável ao tomar uma decisão, isso pode ser um sinal positivo. Pode significar que você está pensando por conta própria em vez de deixar outras pessoas decidirem por você.

Essa, aliás, é uma das habilidades mais valiosas de quem sabe como tomar decisões: acostumar-se a jogar o jogo da vida com desconforto.

Uma vida sem desconforto significa uma vida em desafios. Ela ocorre quando você deixa de se questionar e passa a viver no piloto automático.

Por outro lado, quando você consegue enfrentar o desconforto, decisões difíceis tornam-se menos assustadoras. Você se acostuma a lidar com as incertezas do futuro.

O que aconteceria se você fosse um bom tomador de decisões?

Tomada de decisões

Hoje você aprendeu que saber como tomar decisões difíceis é uma habilidade que separa as pessoas que progridem na vida daquelas que ficam paralisadas diante das incertezas do futuro.

Sabendo agora que decidir significa cortar fora qualquer outra possibilidade, gostaria que você refletisse sobre como seria a sua vida se você fosse um bom tomador de decisões.

Para que isso aconteça, mais do que técnicas sobre tomada de decisões, você precisa aprender a descobrir e valorizar o que é mais importante para você.

Lembra a metáfora do balde? Faça um exercício de reflexão para descobrir quais são as suas pedras grandes e os seus pedregulhos. E tenha clareza do que é simplesmente areia ou água.

Ao conhecer essas prioridades, você pode planejar o seu futuro de forma muito mais efetiva. Você ainda terá que lidar com o desconforto ao tomar decisões difíceis, mas terá a tranquilidade de saber que está dando o melhor de si hoje.

Resumindo, tenha um plano de vida. Mas não tenha a ingenuidade de acreditar cegamente que o plano será concretizado literalmente.

Assim, quando você perceber que o plano não aconteceu exatamente como previsto, você não vai se arrepender por saber que fez o seu melhor no momento presente.

Caso você queira se aprofundar nesse assunto e saber como ter foco naquilo que realmente importa para a sua vida, eu convido você a conhecer nosso curso rápido chamado Foco.

Foco é um curso especificamente desenhado para você concluí-lo em um único dia e assim já utilizar os benefícios da sua maior capacidade de ser proativo. Clique aqui para saber mais sobre o curso Foco.

Seiiti Arata

Orientador nos cursos Arata Academy, que já impactaram dezenas de milhares de estudantes em cinco continentes. Profissional de desenvolvimento pessoal considerado escolha número um (top of mind) por líderes, empresários, estudantes e formadores de opinião.

1 Comentário

  1. Adorei muito produtivo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4.696 membros Ícone do Desafio jfb_p_buttontext

Não perca essa oportunidade:
Comece a mudar agora mesmo

Basta um clique no botão abaixo:

jfb_p_buttontext